segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Charge do dia: Pichação

Há quem confunda grafitagem com pichação. A primeira, expressão artística legítima e rebuscadíssima, carece de espaços urbanos adequados, fato que leva a delitos menores, segundo minha leiga visão jurídica; essas transgressões representam gritos por reconhecimento e atenção. A pichação, por sua vez, como as que ocorrem com freqüência em bens do patrimônio público, representa uma atitude absurda e reprovável, uma agressão à arte e ao bom senso. Caso se trate de um protesto, esses pichadores estão tomando o refém errado e colhendo a revolta da população contra um ato que não pode ser denominado de outra forma senão como vandalismo.

3 comentários:

Tati Viana disse...

Só matando mesmo...
Natal já não tem muita coisa bonita e turística pra mostrar, e esse povo esculhamba o pouco que tem!

Anônimo disse...

Ivan Cabral está com toda razão. Esses pixadores, além de emporcalharem a cidade também demonstram que não frequentam ou frequentaram escola. É cada um besteirol que se lè por ai que parece um idioma desconhecido.

Anônimo disse...

vou fazer um trabalho sobre esse assunto e gostaria de saber + sobre,como podemos ver o lado positivo e negativo sobre pixadores e grafiteiros de natal e também, como podemos fazer para q isso possa virar arte, em lugares adequados?????? meu email é micaelesilva@hotmail.com, qual quer informação sobre o assunto aqui em natal, pode me ajudar!!!

Compartilhar/Share