terça-feira, 23 de setembro de 2008

Link-se: Rádio Comida


O engraçadíssimo vídeo da receita do Yakisoba (http://ivancabral.blogspot.com/2008/09/yakisoba-bee-gees.html) foi criado pela turma do Rádio Comida, uma trupe de talentosos músicos e comediantes (Fernando Kudder, Alexandre Franklin & Cia). A visita vale o clique. O endereço é http://www.radiocomida.com.br.

Charge do dia: xô nepotismo!

Humor urbano: promoção


Você não está nem louco de perder essa, né?

Portfolio: Clodoaldo


O camarada ao meu lado atende pelo nome de Clodoaldo. Um fenômeno do grafite. E não é exagero de conterrâneo, não. Mas a comprovação do talento de Clodoaldo só é eficaz quando se está com um trabalho dele nas mãos. Assistir ele trabalhando ao vivo é uma experiência impressionante. A sua paciência no traçado das texturas (ele não usa o recurso do esfuminho) é de tirar a nossa paciência. Clodoaldo fez muitos retratos em Natal e hoje encontra-se em São Paulo, arriscando outras oportunidades. A simplicidade e tranqüilidade dessa carinha de vietnamita transforma-se em um rebuscado exercício de observação e refino na hora de retratar alguém. E ai de você se seu rosto apresentar alguma ruga ou sinal. Ele o copiará fielmente e o pior é que você vai adorar o resultado final. Guarde esse nome. Clodoaldo, de Natal.
Para não dizer que é mentira segue uma amostra do talento de Clodoaldo (Clique na imagem para ampliar e surpreenda-se):


Humor urbano: pedido


Tá dechado.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Charge do dia: Rasante


Efeito Lula, algo previsível, erro de estratégia, alianças... não dá pra saber direito. Mas que tá caindo, isso tá.

Yakisoba - Bee Gees

video
Você é louco pra cantar em inglês? Enquanto você não domina a língua, esqueça a vergonha e encare o embromês que nem os carinhas aí do vídeo. Você ainda aprende uma receita deliciosa.

sábado, 20 de setembro de 2008

Charge do dia: Homem de palavra

Charge do dia: Grampo? Que grampo?


O uso de esterótipos e valores do senso comum ocorre com muita freqüência nas charges. Isso se justifica, em parte, pela necessidade da comunicação fácil com o leitor. Um exemplo de estereótipo é o dos banqueiros: gordos, com cara maliciosa e cartola marcada com um cifrão. Mas o chargista deve ter o mínimo de responsabilidade ao se apropriar das especulações em torno de uma notícia. Inclusive desconfiar da própria mídia, separando fatos de factóides. O caso do suposto grampo da ABIN é um exemplo. Verificando outros portais de notícias, como o do Luís Nassif (http://projetobr.com.br/web/blog/5) e do Paulo Henrique Amorim (http://www.paulohenriqueamorim.com.br/forum/Default.aspx ) as evidências sobre o tal grampo não parecem ser tão evidentes assim. Pelo contrário, indicam uma articulação complexa entre a mídia oposicionista, o judiciário e o banqueiro Daniel Dantas.
Confesso aqui o meu "pecado" e, pelo menos momentaneamente, derrubo o tal grampo que publiquei na charge anterior sobre a ABIN (http://ivancabral.blogspot.com/2008/09/fala-que-eu-te-grampeio.html). Se esse grampo se confirmar, não terei o menor receio em levantá-lo.
Advirto ainda que o nobre leitor, inclusive, desconfie sempre de minhas charges, assim como eu mesmo o faço.

domingo, 14 de setembro de 2008

Mosca Zezé - 003


Clique na imagem para ampliar.

Charge do dia: candidato sem proposta


Vocês já notaram como tem gente pedindo voto que nem o artista aí de cima?
Eles dizem: "eu sou a irmã fulana", "sou fulana do órgão tal", "você me conhece" e não apresentam um farelinho sequer de proposta!
Nós somos eleitores e não adivinhos.
E aqui cabe mais uma reflexãozinha sobre o papel do vereador. Eles são essencialmente legisladores. Devem buscar, através de sua atuação legislativa, aprovar leis que melhorem a vida da população e, como representantes do povo, devem lutar pelos anseios dos cidadãos no âmbito da saúde, meio ambiente, trasportes, educação, etc.
Eles também são fiscais do Poder Executivo ( e do próprio Legislativo). Eles precisam dialogar com o governo municipal com uma postura que ultrapasse interesses partidários no trato das questões que dizem respeito à qualidade de vida dos cidadãos que os elegeram.
Não é papel do vereador transportar doentes em suas ambulâncias particulares (e bem identificadas, por sinal!), dar aulas, realizar campeonatos esportivos, promover festas, etc.
Muitos candidatos apresentam realizações como essas para justificar nosso voto.
Acho que nossa inteligência merece um pouquinho mais de respeito.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

A mosca Zezé



Um dia escrevi um pequeno conto sobre um menino que resolveu criar um bicho bem diferente (e comum ao mesmo tempo): uma mosca! O menino não entendia porque todo mundo detestava as moscas (vai dizer que você não?). Depois resolvi transformá-la num personagem de quadrinhos. Surgia a Mosca Zezé, símbolo da exclusão e da discriminação. Publiquei as tiras durante mais de um ano no Diário de Natal. Postarei algumas aqui.

Charge do dia:Perna de pau

domingo, 7 de setembro de 2008

Google verde e amarelo


Como costumeiramente faz, desta vez o Google adaptou sua logomarca ao contexto da data da independência do Brasil.

Compartilhar/Share